A poesia delira ao diapasão e, logo, intenta aos acordes da lira. Poesia que tanto descreve saliva de beijo, bem como a imagem do pensador com o queixo poisado nos dedos. Poesia pode andar no eixo para não ouvir queixa, mas pode andar fora e criar desavenças. Há poesia das crenças, poesia do lixo, poesia pretensa, poesia das gentes, poesia dos bichos. Ela é o amálgama do mundo, verte por tudo. É ofício dos nobres, sedução dos espertos, marofa dos pobres e sina dos vagabundos. Também vive escondida na língua dos analfabetos. Poesia é isso tudo e mais outro tanto, no entanto, poesia não é absurdo. Absurdo é querer-se mudo; absurdo é querer-se surdo; absurdo é querer-se cego. (Tudo e mais outro tanto - sacharuk)

OFICINA DE ESCRITA LITERÁRIA INSPIRATURAS - on line e presencial - novos desafios - inscreve-te! Integra conceitos, técnicas e inspiração em desafios lúdicos e escreve poesia, crônicas e contos

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Transições de tempo e espaço - www.inspiraturas.org

clip_image002

TRANSIÇÕES DE TEMPO E ESPAÇO

(Conexões Narrativa)

Evitar: - as passagens abruptas de tempo ou espaço;

- as passagens muito lentas, ou confusas, com recursos a monólogos, fluxos de consciência etc.

Como fazer transições de tempo e espaço:

1-Uma divisão física no texto (espaço duplo, mudança de capítulo);

2-Uso de frases feitas, tais como “no dia seguinte”, “uma hora mais tarde” (não abusar desse recurso previsível);

3-Para evitar que as passagens acima sejam muito abruptas, dê ao leitor uma pista de que haverá uma alteração de tempo ou de espaço;

Carmelo deixou Micaela no apartamento e ela se despediu sem dizer nada.

Na manhã seguinte, ele a encontrou muito doente.



4-Deixe o leitor antecipar uma transição através do diálogo:

Carmelo estacionou o carro defronte a casa de Micaela.

- Não esqueças o nosso almoço amanhã – disse ela, fechando a porta do Fiat antigo. Sorria com uma ponta de malícia.

No restaurante, Micaela usava um vestido preto e um colar de pérolas.

5-Para indicar ao leitor que haverá uma alteração de tempo ou espaço deixe que ele antecipe a localização da próxima cena:

Carmelo estacionou o Fiat defronte a casa de Micaela.

- Não esqueças nosso almoço amanhã – disse ela, fechando a porta do carro. Sorria com uma ponta de malícia.

- Sim – completou ele. – No Águia-Negra, meio-dia e meia.



Admirando o risoto de frutos do mar, Micaela disse:

- Quando vais comprar o apartamento?

6-Uma das maneiras de realizar a transição de tempo ou espaço é através da permanência de um elemento citado ou mencionado anteriormente.

6.1-Objeto:

Carmelo chegou tarde em casa. A mulher o aguardava, furiosa. Uma discussão feroz acordou a vizinhança. Micaela, temendo a investida de Carmelo, ameaçou-o com uma faca.

Quando a polícia chegou na casa de Micaela, encontrou-a abraçada ao punhal ensanguentado.

6.2-Mudança de estado de um objeto ou produto:

Micaela decidiu preparar um risoto de frutos do mar, no aniversário de seu casamento.

Ao chegar em casa, Carmelo encontrou o risoto sobre a mesa, frio.




Desafio:

Invente um nome para a personagem e dê continuidade à história. Não esqueça de marcar bem as transições de tempo e espaço.

Meu nome é _____________________________ e levo uma vida dupla…____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________































Nenhum comentário:

Postar um comentário